Categorias
Curiosidades

Luca: O novo filme da Pixar se passa na Itália!

Luca, o novo filme da Pixar-Disney, irá fazer você viajar para a Itália. A animação se passa em Porto Rosso, uma colorida vila costeira na costa da região da Ligúria.

Na verdade, Porto Rosso não existe realmente, mas os artistas se inspiraram nas cidades litorâneas da região, como Camogli, Portofino, Tellaro e, claro, as Cinque Terre.

O novo filme da Pixar conta a história de Luca que, junto com seus amigos, desfruta de esplêndidas férias de verão numa cidadezinha da Itália. Entre praias e águas cristalinas, o menino viverá momentos inesquecíveis que o levarão até as profundezas do Mar Tirreno. Além disso, nessas férias ele faz amizade com Alberto, com quem compartilha muitas aventuras. Luca, porém, esconde um segredo: na verdade, ele é uma criatura marinha e revelar sua verdadeira identidade pode colocar em risco seu mundo subaquático.

novo filme da pixar
Luca e Alberto enquanto comem um prato de macarrão com pesto, prato típico da Ligúria!

 

Uma infância que inspirou o novo filme da Pixar

Luca é dirigido por Enrico Casarosa, um italiano que nasceu em Gênova, mas que mora nos Estados Unidos há 30 anos.

Para criar Luca ele se inspirou em sua infância na Itália e, sobretudo, nos verões passados ​​na Ligúria. “Esta é uma história profundamente pessoal, inspirada por minha experiência com meu melhor amigo de infância, Alberto” – explicou Casarosa em uma entrevista ao jornal La Repubblica.

“A saudade da infância abrange uma grande parte do filme, a saudade daquelas amizades onde você se encontra diferente e que te levam onde você não espera”. Enrico e Alberto nunca perderam contato um com o outro. De fato, Enrico diz: “Conversar com ele ao longo dos anos me ajudou a repensar a amizade. Como é preciso separar para crescer.”

 

Veja o trailer de Luca

Sem dúvida, o novo filme da Pixar tem todos os ingredientes para ser mais uma maravilhosa animação!

Categorias
Informações Gerais

Cidades da Liguria para conhecer… além das Cinque Terre

Quando pensamos nas cidades da Ligúria para conhecer, imediatamente nos vem em mente a beleza dos cinco vilarejos das Cinque Terre. Mas a Ligúria é mais que isso! A região é cheia de tesouros naturais e oferece aos visitantes uma grande variedade de paisagens.

Mas esta terra também possui várias cidades e vilas maravilhosas, perfeitamente fundidas no maravilhoso cenário em que se encontram. Há muitos lugares bonitos de grande interesse para visitar, por este motivo aqui vão 10 dicas de cidades da Ligúria para você incluir no seu roteiro!

 

Gênova

Não poderia não começar por Gênova, a capital da Ligúria, uma das muitas encantadoras cidades italianas que atraem viajantes pela arquitetura e gastronomia, além de ser um dos principais portos de embarque de cruzeiros na Itália.

Embora algumas partes da cidade ainda sejam bastante industriais, o centro histórico apresenta toda uma arquitetura renascentista e barroca, bem como uma grande quantidade de museus e galerias. Outra grande atração de Gênova é seu Porto Antigo, onde fica, entre outras coisas, um dos maiores Aquários da Europa.

Gênova pode ser um ótimo destino para mergulhar na arte ou como um ponto de partida para explorar a chamada Riviera Italiana.

 

Camogli

cidades da liguria

Casinhas coloridas, quase sempre de frente para o mar, são algo que você vê em diversas cidades da Liguria, é algo bem comum. Mas em Camogli elas oferecem vistas tão bonitas, que não dá para esquecer.

Camogli está situada em um trecho do litoral a leste da cidade de Gênova, da qual dista pouco mais de 20km. Faz parte do cartão postal desta linda vila também o castelo de Dragonara, que fica no final da praia.

A partir de Camogli é possível ir até San Fruttuoso, uma abadia milenar que fica numa prainha de águas cristalinas. San Fruttuoso é acessível apenas de balsa ou por uma trilha que passa pelo parque de Portofino.

Camogli e San Fruttuoso são lugares verdadeiramente relaxantes, onde os visitantes podem fazer uma pausa no ritmo agitado da cidade e desfrutar de um passeio entre boa comida e paisagens maravilhosas.

 

Cidades da Ligúria: Portofino

cidades da liguria

Provavelmente Portofino é, junto com Cinque Terre, o lugar mais famoso de toda a Ligúria! Sua fama começou no início dos anos 50 e se tornou um destino de férias favorito de muitas estrelas de Holywood, como Elizabeth Taylor, Audrey Hepburn, Madonna e Leonardo Di Caprio.

No entanto, Portofino não é apenas um lugar vip. Na cidade há também muitos lugares bonitos que podem ser admirados por turistas “normais”. Com certeza você deve visitar o Castelo Brown ou o lindo farol local. Da praça em frente ao farol, você pode admirar uma vista fantástica do mar. 

 

Santa Margherita Ligure

cidades da Ligúria

Santa Margherita Ligure, carinhosamente chamada “Santa” por seus habitantes, é uma cidadezinha de praia encantadora localizada a 30km de Gênova e 7km de Portofino.

Tem clima ameno, ruazinhas adoráveis, casinhas coloridas e uma vida noturna bem agitada (inúmeras discotecas e clubes). Tudo isso faz deste lugar uma das cidades mais populares e famosas da região.

 

Portovenere

Portovenere marca o extremo oeste do Golfo dos Poetas, uma área famosa por convidados ilustres como Mary Shelley e Virginia Woolf. Reza uma lenda que, uma vez, o poeta inglês Lord Byron nadou mais de cinco quilômetros através do golfo, embora não haja nenhuma evidência histórica dessa façanha.

Ainda assim, uma gruta marítima com esse nome é uma das atrações do Parque Natural de Portovenere, composto por um promontório e três pequenas ilhas. A herança cultural da cidade sugere uma forte associação medieval com a República de Gênova: entre os pontos de maior interesse estão as muralhas da cidade, um castelo com vista para o mar e a igreja de São Pedro.

 

Lerici

Lerici é uma das minhas dicas de cidades da Ligúria para visitar. Foto: WikiCommons

Já bem próximo da divisa da Ligúria com a Toscana, Lerici é uma vila que encanta pela beleza e graça. Domina a cidadezinha o castelo, datado de 1152, que hoje abriga um museu, mas que séculos atrás era o mirante que vigiava o mar e qualquer ataque de piratas.

Suas praias douradas são maravilhosas e a natureza que a cerca é um manto verde sobre o qual se reflete a luz do céu e o azul do mar. O coração da alma marítima de Lerici é seu povoado, Tellaro, uma charmosa e pitoresca vila de pescadores, que também é imperdível!

 

Apricale

cidades da Ligúria

Também chamada de “terra dos artistas”, ou ainda “terra do sol” devido à sua localização maravilhosa, com vista para uma colina bem no meio de oliveiras, Apricale é um dos vilarejos medievais mais representativos e bem preservados da região.

Entre becos de pedra emoldurados por vários murais e praças pitorescas, os visitantes respiram uma atmosfera atemporal sem igual. Não deixe de visitar o Castelo do Lagarto com seu importante museu.

Uma dica: Perto de Apricale fica Dolceacqua, cidadezinha dividida em duas por um rio. Sua ponte medieval com um único arco é o símbolo da cidade. Há, ainda, um antigo castelo que, especialmente no verão, é palco de shows e eventos.

 

Cidades da Ligúria: Sanremo

Foto: Bernard Blanc (Flickr)

Sanremo ou San Remo, a cidade do maior festival de música italiana, é um destino mediterrâneo elegante que oferece grandeza e charme. As ruas sinuosas de La Pigna permitem que você passe as horas sob o sol italiano enquanto explora belos palácios, jardins, cafés, igrejas e boutiques ao longo do caminho.

Além disso, a cidade também é famosíssima por seu cassino, um dos poucos da Itália, e o santuário da Madonna della Costa, um grande símbolo de Sanremo.

A orla possui impressionantes avenidas com palmeiras e o porto é pontilhado de barcos e iates para você admirar. Ao lado do porto fica o imponente e impressionante Forte Santa Tecla, um forte no topo de uma colina com vistas espetaculares.

 

Sestri Levante

cidades da Ligúria: Sestri Levante

Sestri Levante é considerada uma das cidadezinhas mais bonitas da província de Gênova, dividida de um lado pela “Baia delle Favole” (em português, Baía das Fábulas), onde a marina foi construída, e de outro pela ainda mais sugestiva “Baia del Silenzio”. A cidadezinha é uma pequena jóia do litoral leste da Ligúria, localizada a 25 km de Rapallo e a 45 km de Cinque Terre.

Sempre amada pelo clima agradável durante todo o ano e pelo prazer de suas paisagens, Sestri foi escolhida pelos viajantes do Grand Tour como residência habitual. O carrugi, o coração da cidade, juntamente com palácios históricos, igrejas medievais e vielas encantadoras, testemunham suas origens antigas e nobres. Convidados ilustres ficaram nesta parte da Riviera. Só para citar alguns, o escritor Hans Christian Andersen, o compositor Richard Wagner e o cientista Guglielmo Marconi, que em Sestri realizou numerosas experiências por lá.

 

Cidades da Ligúria: Rapallo

cidades da Ligúria: Rapallo

Localizado no centro do Golfo de Tigullio, Rapallo deve sua posição invejável ao nascimento do turismo que começou na segunda metade do século XIX e continua até hoje graças à sua reputação como uma cidade turística completa e acolhedora. Aninhada entre as costas verdes do Promontório de Portofino, o panorama do mar e da casinhas coloridas, é uma das cidades da Ligúria mais deslumbrantes.

Uma outra atração lá próximo é o Santuário de N.S. Montallegro, um destino de peregrinações de toda a Itália. Ele pode ser alcançado por um teleférico, o único em toda a Ligúria, de onde você pode desfrutar de uma vista deslumbrante de todo o Golfo.

Além disso, o espetacular Lungomare Vittorio Veneto, com a longa fileira de palmeiras, o centro histórico de origem medieval, hotéis renomados e inúmeros beach clubes, fazem de Rapallo um ótimo destino turístico.

Categorias
Passeios

Camogli: dicas de uma das pérolas da Ligúria

Camogli (pronuncia-se “Camólhi“), uma pequena vila no litoral da Ligúria, às portas do parque natural de Portofino, e que não tem nada a invejar ao seu mais conhecido e chique vizinho.

Colorida e pitoresca, a principal atração é a própria cidade, suas casas coloridas e seus pequenos barcos no píer. É aquele tipo de lugar que deixa a gente feliz, mesmo nos dias mais cinzentos.

Uma curiosidade: O nome desta cidade remonta aos pescadores e o longo tempo que eles passavam fora de casa. Camogli vem da frase ‘Le case delle Mogli (As casas das esposas)’, pois as mulheres ficavam frequentemente sozinhas!

LEIA TAMBÉM  Cidades da Liguria para conhecer… além das Cinque Terre

camogli

O que fazer em Camogli

Camogli é principalmente um lugar para relaxar e aproveitar a atmosfera. Eu quase diria que a melhor coisa para fazer em Camogli é não fazer nada, apenas curtir o momento! 

Passeie pelas vielas estreitas

camogli

Vá caminhando do centrinho da cidade até o mar, passando por casas e lojas coloridas. Você será recompensado com belas vistas da cidade e da costa.

 

…e também ao longo do cais até o farol

O porto fica cheio de barcos de pesca (barcos simples, porque os iates mesmo ficam ancorados em Portofino) e você pode ficar observando o trabalho dos pescadores. Pare na grande praça onde as crianças brincam e as pessoas se reúnem para conversar ou apreciar a vista.

 

Admire os palácios e suas janelas de  mentirinha

Às vezes, as janelas fechadas são reais. E, às vezes, eles são simples pinturas a óleo. Enquanto você anda pelas ruas, veja se consegue identificar a diferença.

Tudo começou quando os impostos em Camogli se baseavam no número de janelas que você tinha. Então os moradores fecharam as janelas e as pintaram. Com o tempo, as janelas “de mentirinha” ganharam vida própria e viraram uma verdadeira atração.

 

Visite os monumentos e museus

No final da praia de Camogli, você encontrará a Igreja de Santa Maria Assunta, o prédio amarelo que completa a imagem de cartão postal da cidade. Datado do século XII, apresenta alguns afrescos encantadores e um altar em estilo renascentista. 

A poucos metros da Basílica, fica as ruínas do Castello della Dragonara, construído no século XIII para proteger a vila contra piratas. Atualmente não é possível entrar, mas a vista de lá é linda!

 

Relaxe na praia

cidades da liguria
A foto foi tirada no inverno, por isso a praia está vazia. No verão, fica lotada!

Se você viaja no verão e quer aproveitar um pouco a praia, encontrará várias em Camogli e arredores.

As praias variam de beach clubs totalmente equipados a partes gratuitas e abertas a todos. As praias da região são de seixos/pedras, até rochosas em algumas áreas. Um bom par de sapatilhas de borracha ou sandálias impermeáveis é uma boa ideia. Não esqueça seu protetor solar.

 

Visite San Fruttuoso

Abadia de San Fruttuoso

De Camogli, você pode visitar San Fruttuoso, uma vila de pescadores isolada onde fica a Abadia de San Fruttuoso, onde se pode chegar apenas por mar ou por uma trilha de 3 horas de caminhada.

Durante o verão, há passeios de barco, balsas e caiaques para alugar. A propósito de mar, uma área bem procurado pelos mergulhadores é a Reserva Marinha de Portofino, que se estende de Camogli a Portofino. Há vários tours de mergulho para ver o Cristo do Abismo no fundo da Baía de San Fruttuoso, uma estátua dedicada à memória de um dos primeiros mergulhadores da Itália.

Cristo do Abismo, Ligúria – Itália. Foto: vgm8383 (FlickR)

Se você adora fazer trekking, tem também uma trilha que vai de Camogli a Portofino.

 

Onde comer em Camogli

Chega de belos edifícios e monumentos. Vamos ao que realmente importa: a comida.

 

Focacceria Revello

Camogli fica pertinho de Recco, cidade que deu origem a uma comida imperdível da Ligúria, a Focaccia di Recco. É uma focaccia fininha, servida com queijo de Recco, que derrete com o calor da focaccia. Uma delícia, como vocês podem imaginar.

A focacceria mais recomendada é a Revello. Além da focaccia de Recco, não deixe de provar também a focaccia tradicional ou aquele com cebola!. (Endereço da Revello: Via Giuseppe Garibaldi, 183, Camogli).

 

Vento Ariel e Magazin di Camogli

pratos típicos de Gênova
Massa ao pesto do Vento Ariel

Duas outras especialidades em Camogli são pesto e frutos do mar. Você pode encontrar os dois em um restaurantinho muito agradável no Vento Ariel, em frente ao cais de Camogli (Endereço: Calata Marina, 1, Camogli).

Sempre em frente ao cais, porém na parte da pracinha , você encontrará o Magazin di Camogli, conhecido por seus pratos feitos com peixes fresquíssimos. (Endereço: Piazza Cristoforo Colombo, 14, Camogli)

 

Como chegar a Camogli

O melhor modo de chegar a Camogli é de trem. Aliás, é o único meio que recomendo (esqueça o carro!).

É super fácil chegar de trem a partir de Gênova (35min-1h15, dependendo do trem escolhido), de Santa Margherita Ligure (10 minutos apenas) e da região de Cinque Terre. Confira os horários dos trens no site da Trenitalia.

Como se locomover: A cidade é minúscula. Esqueça o mapa e se divirta em uma terra de ótima comida e casinhas coloridas.

Categorias
Curiosidades

Ligúria: 16 curiosidades sobre esta região da Itália

Ligúria é sinônimo de mar, montanhas, bom vinho, excelente comida, história e charme. Uma simples faixa de terra cercada pelas montanhas e pelo azul profundo do mar, a Ligúria nos maravilha com seus incríveis parques naturais e uma ampla variedade de paisagens impressionantes e lugares curiosos para descobrir.

Veja então 16 curiosidades sobre a Ligúria!

 

1. A Ligúria é uma das menores regiões da Itália

Onde fica Genova

Cobrindo uma área de 5.420 km2, a Ligúria, cuja capital é Gênova, é a terceira menor região da Itália (fica atrás apenas do Vale d’Aosta e do Molise). No entanto, como diz o ditado, os melhores perfumes estão nos pequenos frascos e este é certamente o caso desta região linda.

Além disso, a Ligúria é dividida em quatro províncias: Gênova, Savona, Impéria e La Spezia.

 

2. Faz fronteira com a França

Fronteira entre Itália e França em Ventimiglia

Se você olhar o mapa da Itália, verá que a Ligúria faz fronteira com a França. De um lado está a cidade de Ventimiglia e do outro, Menton, hoje cidade francesa, mas que antigamente fazia parte da República de Gênova.

 

3. É na Ligúria que ficam as Cinque Terre

Vernazza, uma das “cinco terras”

Sem dúvida, uma das atrações mais famosas da Itália são as Cinque Terre (cinco terras), isto é, cinco pequenas vilarejos: Corniglia, Manarola, Monterosso al Mare, Riomaggiore e Vernazza. E elas ficam na Ligúria!

Durante anos, cada uma dessas comunidades permaneceu praticamente intocada pelo turismo, tornando-as alguns dos locais mais autênticos para visitar na região, mas hoje em dia recebem turistas do mundo inteiro.

 

4. Uma das Repúblicas Marítimas da Itália

Bandeira de Gênova
Bandeira da República de Gênova, com a cruz de São Jorge. Ela continua sendo a bandeira de Gênova.

Durante os séculos IX e X, as costas da Europa Mediterrânea, em particular a Itália, estavam sob constante ataque de invasores e piratas muçulmanos. Para se defender dessas ameaças, as cidades da Itália começaram a desenvolver marinhas poderosas.

As quatro Repúbicas Marítimas mais potentes e importantes eram Amalfi, Pisa, Gênova e Veneza. A República Marírima de Gênova foi a terceira a se estabelecer, e a partir do século X ficou famosa pela Compagna, uma grande associação de comerciantes e marinheiros que governavam a cidade e administravam os bens do Conselho. Após a batalha contra Pisa, no século XIII, tornou-se a maior potência do mar Tirreno e do Mediterrâneo ocidental. Mas a rivalidade com Veneza marcou seu fim no século XIV: após quase duzentos anos de guerra, Gênova foi forçada a reconhecer a supremacia de Veneza.

 

5. Tem o maior porto da Itália

Porto de genova

Com seus 700 hm² de área no solo e 22 km de docas, o Porto de Gênova é o maior porto da Itália no que diz respeito às dimensões. É em Gênova que ficam as sedes dos grandes construtores navais italianos.

O porto de Gênova tem uma grande relevância já desde o século XII, quando as rotas comerciais no Mar Mediterrâneo cresceram e a cidade se tornou uma potência no comércio de itens de luxo vindos do Oriente.

 

6. E também o maior Aquário

Uma medusa do Aquário de Gênova

Inaugurado em 1992, o Aquário de Gênova é o maior aquário da Itália e o segundo maior da Europa. Com seus 70 tanques e cerca de 15.000 animais de mais de 600 espécies diferentes, a estrutura reproduz ambientes marinhos de importância excepcional, como os do Mar Vermelho, do Mediterrâneo e do Oceano Pacífico. O projeto tem a assinatura oficial do arquiteto Renzo Piano.

 

7. É possível observar baleias

A costa da Ligúria é o lar de várias espécies aquáticas, das quais as mais comuns são as baleias cachalote. Para muitos amantes da vida selvagem, a observação de baleias é uma atividade única na vida que não deve ser desperdiçada.

Consequentemente, os visitantes podem fazer passeios especiais de barco a partir de vários locais ao longo da costa para desfrutar de um dia ou tarde de observação de baleias, onde um biólogo marinho fica à disposição para fornecer informações extras sobre as baleias e seus habitats.

 

8. Sua capital é tutelada pela Unesco

O centro histórico de Gênova é lugar de esplêndidos tesouros históricos, artísticos e arquitetônicos. Embora os novos edifícios tenham acrescentado um toque contemporâneo, grande parte da cidade ainda é constituída por edifícios antigos e monumentos valorizados tanto por moradores quanto por visitantes.

Um desses lugares é Strade Nuove, uma área antiga onde ficam os Palazzi dei Rolli, um grupo de residências históricas construídas ao longo dos séculos XVI, XVII e XVIII e inseridos na lista de Patrimônios da Humanidade da Unesco.

Esses palácios, com sua elegância, representavam a grandeza de Gênova aos olhos do mundo e faziam parte dos registros da cidade (os rolli) através dos quais as residências eram escolhidas onde hospedar os ilustres convidados em visita de estado.

LEIA TAMBÉM  7 Coisas sobre Gênova que talvez você não saiba

 

9. A Ligúria é a pátria do pesto!

Vendedor de pesto de manjericão

A Ligúria, mais especificamente Gênova, é a pátria do pesto de manjericão, o famoso pesto genovese. O nome deste molho deriva do método de preparação original: o esmagamento (em italiano o verbo pestare significa pisar, esmagar) das folhas e outros ingredientes no tradicional pilão de mármore.

O pesto em sí tem origens no Império Romano, mas a receita original do pesto genovese remonta à segunda metade do século XIX, obra de Giovanni Battista Ratto que o descreveu em seu livro de receitas denominado La cuciniera Genovese.

 

10. Cristóvão Colombo nasceu na Ligúria!

Casa de Colombo
Ruínas da casa de Colombo, em Gênova. Foto: WikiCommons

Você sabia que o grande navegador nasceu em Gênova? Há documentos que atestam que ele nasceu na capital da Ligúria, em 1451.

Embora existam várias teorias sobre o local de nascimento de Colombo (há quem diga que ele era catalão, outros juram que ele era português), graças a um ato notarial, ao testamento e a uma troca de cartas entre banqueiros de Gênova e Colombo, pode-se afirmar que ele realmente nasceu em Gênova.

Próximo à Porta Soprana, em Gênova, nos arredores das antigas muralhas medievais, fica a chamada Casa de Cristóvão Colombo. É provavelmente uma reconstrução, datada do século XVIII, do edifício medieval original, no qual o descobridor das Américas viveu em sua juventude.

LEIA TAMBÉM  Cristóvão Colombo: de Gênova para o mundo

 

11. E o jeans também!

Curiosidades sobre Genova

Sim, eu sei que parece estranho, mas é verdade! Certamente você está pensando na Levi Strauss & Co, Lee e Wrangler, que são todas marcas americanas e históricas. No entanto, o jeans tem origens na Ligúria.

A primeira menção remonta ao século XVI, na cidade de Gênova, mais precisamente no porto antigo, onde essa tela azul foi criada e usada para a fabricação de velas de navios e lonas, pois é muito resistente, durável e facilmente lavável.

O termo “jeans” apareceu pela primeira vez em 1795, quando um banqueiro suíço chamado Jean-Gabriel Eynard e seu irmão Jacques foram para Gênova e começaram um comércio de tecido. Em 1800, as tropas de Massena entraram na cidade e Jean-Gabriel foi encarregado de seu suprimento. Em particular, ele lhes forneceu uniformes realizados com um tecido azul chamado “bleu de Genes”, de onde mais tarde deriva a famosa roupa conhecida mundialmente como “Blue Jeans”.

Uma curiosidade: As primeiras cidades onde o tecido jeans foi produzido foram Gênova e Nîmes, na França. Em Nîmes, os franceses tentaram reproduzir o mesmo tecido produzido em Gênova, mas ao invés disso eles desenvolveram um tecido diferente, apesar de bastante semelhante. Tornou-se conhecido como “denim”, palavra que que vem do francês “de Nîmes”.

 

12. Onde acontece o Festival de Sanremo

curiosidades sobre a Ligúria
Andrea Bocelli no Festival de Sanremo de 1994

 

É na Ligúria que acontece o Festival de Sanremo, o mais famoso festival de música italiano. Ele acontece todos os anos, desde 1951, e já revelou ao mundo artistas que se tornaram famosos mundialmente, como Andrea Bocelli e Laura Pausini.

Além disso, também já participaram do Festival de Sanremo artistas brasileiros, como Toquinho e Roberto Carlos, sendo este o único brasileiro a vencer o festival, no ano de 1968, com a música Canzone per Te.

 

13. Um Cristo no fundo do mar

curiosidades sobre a Ligúria
Cristo do Abismo, Ligúria – Itália. Foto: vgm8383 (FlickR)

No fundo do mar  de San Fruttuoso, entre Camogli e Portofino, no silêncio do mar profundo, há uma figura mística com os braços erguidos em sinal de invocação, uma grande estátua de bronze de Cristo.

O “Cristo do Abismo” é uma estátua de 2,5m de altura feita por Guido Galletti e colocada no fundo do mar como uma homenagem a Dario Gonzatti, o primeiro italiano a usar equipamento de mergulho e a todos que perderam a vida mergulhando. Foi instalado a 17 metros de profundidade, em agosto de 1954.

Hoje em dia, mergulhar para observar o Cristo é uma das excursões mais famosas da costa da Ligúria.

LEIA TAMBÉM  Camogli: dicas de uma das pérolas da Ligúria

 

14. Riviera dei Fiori, um litoral que é um inteiro jardim

Ventimiglia, Ligúria
Ventimiglia, Ligúria

A chamada Riviera dei Fiori, na Ligúria, é o trecho de litoral que se estende por cerca de 80km, de Andora até a fronteira com a França, em Ventimiglia, e que corresponde exatamente às fronteiras da província de Impéria.

A área, especialmente a cidade de Sanremo, é conhecida pela produção de flores, daí o nome que a caracteriza. As principais cidades são Bordighera, Imperia, Ospedaletti, Sanremo, Taggia e Ventimiglia. Neste trecho fino de terra, se passa das montanhas ao mar, das colinas verdejantes aos vales com seus bosques, às baías e enseadas que se alternam com praias lindíssimas.

 

15. Produz “as melhores azeitonas do mundo”

As azeitonas da variedade “Taggiasca” são provenientes da Liguria, produzidas na província de Impéria, que é onde fica o município de Taggia, lugar onde começou o cultivo das mesmas. Elas são consideradas por muitos as melhores azeitonas do mundo, por causa do seu sabor é único, sendo ao mesmo tempo, doce e decisivo.

De fato, o azeite produzido com este tipo de azeitona é bastante valioso e tem qualidades organolépticas excelentes, superiores a outros tipos produzidos na Itália. Com as azeitonas Taggiasca a Ligúria produz o azeite Riviera Ligure DOP.

 

16. Um vinho único produzido por “viticultores heróicos”

A Liguria é o lugar de produção de um vinho muito peculiar, o Sciacchetrà (pronuncia ‘Xaquetrá’). É um vinho licoroso incrível, produzido a partir das uvas que crescem nas colinas íngremes de Cinque Terre. O cultivo dessas vinhas é tão difícil que os fabricantes de Sciacchetrà são chamados “viticultores heróicos”.

Enfim, o verdadeiro e autêntico Sciacchetrà só pode ser produzido em alguns municípios da província de La Spezia. A maioria dos produtores de Sciacchetrà está concentrada nos vilarejos de Cinque Terre. O Sciacchetrà foi reconhecido como um vinho DOC (Denominazione di Origine Controllata).